Sabendo observar os sinais do seu corpo dá pra deduzir quando você está (ou estava) fértil ou não. E melhor ainda, dá pra saber se você tem chance de ficar ou ter ficado grávida.

Uma mulher que quer engravidar e menstrua mesmo depois de ter tido relação, fica se perguntando onde foi que errou.

Para uma mulher que não quer engravidar, qualquer “escapada” já é motivo para muita paranóia e medo.

Você sabia que são apenas poucos dias durante o ciclo inteiro que nós somos capazes de ficarmos grávidas?

Veja as principais preocupações para quem tem medo de engravidar:

  • Tive relação desprotegida, estou com medo de ter engravidado
  • Não teve penetração, mas ele encostou o pênis lubrificado
  • Ele não gozou dentro mas estou com medo
  • Já menstruei só que estou com todos os sintomas, incluindo enjôo e seios inchados
  • Tomo ou não tomo a pílula do dia seguinte?

Veja as principais expectativas para quem quer engravidar:

  • Tive relação várias vezes no mês, será que engravidei nesse ciclo?
  • Quando já dá para fazer teste de gravidez?
  • Tive relação essa semana e já estou sentindo sintomas, será que é gravidez?

Conheça o funcionamento do seu ciclo e consiga responder a essas perguntas

Você já deve ter ouvido falar que você ovula ou está mais fértil no dia 14 do seu ciclo menstrual, no meio do ciclo ou 14 dias antes da próxima menstruação. Tudo isso é mito!

Enquanto isso pode acontecer para algumas mulheres, pode não acontecer para você, mesmo se seu ciclo for regular. Seu próprio padrão de fertilidade é único e o acompanhamento da fertilidade irá ajudar a mostrar isso.

Importante: Se você usa algum anticoncepcional hormonal como a pílula, DIU com liberação hormonal ou injeção, não será possível acompanhar seu ciclo de fertilidade, porque estes métodos impedem seu corpo de seguir as fases do ciclo. Está é a maneira que eles utilizam para impedir uma gravidez.

Assim, se você não quer engravidar e toma anticoncepcional, já está protegida. Não existe período fértil para quem toma anticoncepcional, mesmo durante a pausa da cartela.

Se você tomar a pílula do dia seguinte, ela pode desregular seu ciclo e ele não seguir as fases corretamente, então se cuide!

Quais são as fases do ciclo?

São 3 fases:

  1. Fase folicular
  2. Fase ovulatória
  3. Fase lútea

Fase folicular: começa com a menstruação e dura normalmente as duas primeiras semanas do ciclo

Esta fase começa a ser contada no primeiro dia em que a menstruação desce.

Nessa fase a glândula pituitária secreta o hormônio luteinizante (LH) que desenvolve e amadurece óvulos dentro dos seus ovários. Até chegar o período fértil, haverá um óvulo dominante para ser liberado para a ovulação (normalmente é um só, mas podem ser mais, mesmo sendo raro).

Outras modificações também acontecem: o endométrio é formado dentro do seu útero. Ele é uma camada de sangue que serve pra proteger o feto durante a gravidez. Quando menstruamos, nada mais é do que essa camada se descamando.

Quanto mais próximo vai chegando o fim da fase folicular, a produção de estrogênio aumenta. Esse aumento causa modificações no nosso humor e no nosso corpo. Então observe que desde quando a menstruação vem, nos sentimos mais dispostas e a TPM vai embora.

Quando a menstruação acaba, o corpo produz um muco esbranquiçado. Com o passar dos dias, esse muco vai deixando de ser branco e ficando cada vez mais aguado e transparente. Isso indica que a fase folicular está chegando ao fim, e o período fértil está se aproximando.

Este período não tem quantidades de dias fixos, mas costuma durar entre 9 a 23 dias. Ou seja, ele dura desde o dia 1 do ciclo e termina entre o dia 9 até 23 do ciclo. Depende do corpo de cada mulher. Pode acontecer também de uma mesma mulher ter duração variada a cada ciclo, porém pra quem é regulada, ele não varia muitos dias.

Período Fértil: a fase ovulatória, dura cerca de uma semana, mais ou menos no meio do ciclo

A fase folicular vai acabando, o estrogênio no nosso corpo vai chegando ao seu pico.

É nessa época que nos sentimos mais úmidas, algumas mulheres sentem até necessidade de usar um protetor de calcinha. O muco fica transparente, alguns chegam a ficarem elásticos como clara de ovo, mas isso não é regra, às vezes ele só fica bem líquido mesmo. A consistência do muco não afeta a fertilidade, muco líquido transparente também é fertil.

Esse muco serve para “receber bem” os espermatozóides, pois permite que eles vivam por mais tempo dentro do seu corpo (o muco branco não fértil é bem mais ácido e serve para proteger a vagina de bactérias, e também não permitem os espermatozóides sobreviverem por muito tempo).

Também nessa fase nós nos sentimos mais femininas, com vontade de nos arrumar melhor, mais sociáveis e com mais vontade de namorar. Já reparou isso?

É nessa fase que podemos engravidar. Dura cerca de 5 a 7 dias e se encerra 24 a 36 horas após a liberação da ovulação.

Fatos muito interessantes dessa fase

  • Você já deve ter lido por aí que os espermatozóides duram até 3 dias dentro do corpo. Normalmente ele dura um dia só, pra durar 3 dias o homem precisa ser bem fértil e você deve estar com muco bem fértil também.
  • A gravidez ocorre porque o espermatozóide encontrou o óvulo e isso nem sempre acontece exatamente na hora que você transou. Pode acontecer de você ter relação hoje, ovular só amanhã e o espermatozóide que permaneceu vivo no seu corpo então encontrar o óvulo. Só nesse momento você irá engravidar!!!
  • A pílula do dia seguinte quando tomada nessa fase irá provocar uma reação química que tenta impedir que o espermatozóide se encontre com o óvulo, pra que ele não fertilize.

Fase lútea: dura mais ou menos duas semanas, inclui o período da TPM e termina com a descida da menstruação

Nessa fase temos três caminhos diferentes

  1. O óvulo foi fecundado e irá se implantar no útero
  2. O óvulo foi fecundado mas não consegue se implantar no útero
  3. O óvulo não foi fecundado

Está iniciada a fase da ansiedade para aquelas que tentam engravidar, e a fase de liberdade para aquelas que não querem engravidar… por que?

Porque as que querem engravidar sabem que não há mais nada a se fazer nesse ciclo, apenas esperar. E as que não querem engravidar podem ter relações desprotegidas porque depois que passou o período fértil não tem mais possibilidade nenhuma de engravidar nesse ciclo.

O estrogênio começa a diminuir e o corpo passa a produzir progesterona. Com o tempo vamos ficando mais cansadas, inchadas, mal humoradas até o término da TPM com a chegada da menstruação.

A progesterona serve pra sustentar a gravidez, caso ela tenha ocorrido.

Se o óvulo foi fecundado, ele ainda está nas trompas de falópio, e irá descer por elas até chegar no útero. Isso demora de 5 a 10 dias. Ou seja, a mulher ainda não está gravida mesmo depois de 5 a 10 dias depois de ter tido a relação sexual.

Quando o óvulo chega no útero, ele tenta se fixar no endométrio (revestimento de sangue que se formou durante a fase folicular). Isso leva entre 1 a 3 dias. Pode ser que ele consiga, ou não. Existem muitas causas de um óvulo não conseguir se prender, mas não discutiremos isso aqui. Se o óvulo fecundado não se prender, ele morre e a mulher menstrua normalmente sem nem desconfiar de nada.

Durante esses dias, se a mulher tomar a pílula do dia seguinte, ela irá provocar uma reação química que irá tentar fazer com que esse óvulo fecundado não se prenda no útero.

Se durante esse período de 1 a 3 dias o óvulo fecundado se fixou corretamente, somente aí é que a gravidez tem início e o corpo da mulher passa a produzir hcg e sintomas da gravidez. Essa “fixação do óvulo” se chama implantação ou nidação.

Algumas mulheres sentem cólicas e até tem um pouco de borra nesse momento, mas é bem pouco. Muitas acham até que é sinal da menstruação porque se você contar os dias, até tudo isso acontecer, já está perto do dia dela descer.

A fase lútea dura de 11 a 18 dias e ela raramente varia em cada mulher. No meu caso, minha fase lútea dura 13 dias, portanto depois da ovulação com toda a certeza, irei menstruar dentro de 13 dias. Se isso não acontecer, ou estarei grávida, ou medi o dia da minha ovulação de forma errada.

O que podemos aprender sobre a fase lútea:

  • Apesar de corrermos o risco de engravidar na fase ovulatória (por exemplo lá no dia 15 do ciclo) só iremos ficar grávidas muitos dias depois (por exemplo lá para o dia 24 do ciclo)
  • Se você teve relação há poucos dias atrás, não tem como já ter ficado grávida, qualquer sintoma será psicológico ou vindo de outra causa
  • Se você pretende tomar pílula do dia seguinte, só faz sentido tomar se a relação foi antes da fase lútea
  • Os possíveis sintomas de gravidez antes do atraso aparecem na mesma época que os sintomas de TPM

Como podemos usar esse conhecimento pra descobrir quando estamos férteis?

Descobrindo os sinais de fertilidade

Os sinais de fertilidade mais importantes são a temperatura basal e seu muco cervical. Sua temperatura basal pode ser medida com um termômetro (de preferência o termômetro basal, mas pode ser com um termômetro comum) quando você acorda. Seu muco cervical pode ser facilmente observado quando você for ao banheiro.

A temperatura basal aumenta depois da ovulação devido ao aumento de progesterona em sua corrente sangüínea. Seu muco cervical é a secreção produzida pelo colo do útero e que você pode ver e sentir dentro ou fora da vagina. Ele muda ao longo do ciclo dependendo do quanto você está fértil.

Existem outras maneiras opcionais de observar seu período fértil: como a posição, textura e abertura do colo do útero, resultados de testes de ovulação e outras observações pessoais que você aprende a associar com sua fertilidade, como humor e disposição por exemplo.

Coletando estes dados, você pode ver quando estiver fértil em um gráfico. A informação pode ser analisada e interpretada, permitindo a você perceber que a ovulação está se aproximando, quando você já ovulou, quando você deve esperar sua menstruação ou um teste positivo de gravidez, além de que isso irá te ajudar a engravidar e aprender sobre seu padrão único de fertilidade.

Pode demorar um ciclo ou dois para realmente você pegar o jeito e saber o que esperar num futuro ciclo. Sem dúvida, muitas mulheres que começam a acompanhar o período fértil ficam maravilhadas em descobrir que seus corpos oferecem todos esses sinais. Algumas ficam pasmas em saber como não pensaram em fazer isso antes!

A grande vantagem disso é que você passará a ter certeza de quando ovulou, quando sua menstruação irá vir sem erros (depois de saber a data de ovulação) ou se você não ovulou quando deveria, e por isso pode esperar um atraso no seu ciclo menstrual sabendo que não é gravidez.

Aprenda como medir e fazer o gráfico de temperatura basal aqui.

Aviso Importante

Para mulheres que estão tentando engravidar, esse é um ótimo método.

Já para as mulheres que não querem engravidar, você não deve confiar 100% sem contar com outro método de proteção até ter certeza que já está na fase lútea.

Nosso ciclo hormonal é muito afetado quando passamos situações de stress, doença, ingestão de medicamentos, então você pode acabar entrando ou saindo do período fértil mais cedo ou mais tarde do normal. Ainda assim, recomendo que você se conheça para ficar mais tranquila a respeito de medo de gravidez.