Se você é portadora de doenças preexistentes, é importante discutir isso com seu médico, talvez ele recomende trocar de medicamento ou o tratamento para que se sinta mais tranqüila.’ Outras enfermidades que podem ocorrer durante a gestação, que são preocupantes:

Diabetes gestacional:

aproximadamente 2 a 3% das mulheres desenvolvem esta enfermidade, em geral, durante o primeiro trimestre. Durante a gravidez, a placenta, que proporciona ao feto os nutrientes e oxigênio necessários, também produz hormônios que modificam o funcionamento da insulina. A insulina é uma substância química criada pelo pâncreas que ajuda o corpo a armazenar o açúcar presente nos alimentos para convertê-lo mais tarde em energia. Quando o pâncreas de uma grávida não consegue criar insulina suficiente, pode surgir diabetes gestacional.

 

Pré-eclampsia:

é um pouco comum após o sexto mês. Provoca aumento da pressão sangüínea, edema (acúmulo de líquido nos tecidos que causam inchaço nas mãos e rosto) e presença de proteínas na urina.

Mãe RH negativo e feto RH positivo:

O fator Rhesus é uma substância presente nos glóbulos vermelhos da maioria das pessoas. Para determinar o fator sangüíneo, basta uma análise do sangue. Se o antígeno não estiver presente, então a pessoa é RH negativo.

Se o seu bebê tem o fator, é RH positivo, podem se apresentar problemas quando os glóbulos do bebê se ingressam em sua corrente sangüínea e você for RH negativo. Isso acontece devido ao seu corpo criar anticorpos que passam à corrente sangüínea do bebê e destroem seus glóbulos vermelhos.

Este problema é sério, porém controlável, portanto, é importante conversar com seu médico sobre este tema.


As gestantes também devem se preocupar com seu peso. Em geral se recomenda que uma mulher de peso normal ganhe entre 10 e 13 kg, ou seja, aproximadamente 1 kg a 1,5 kg por mês. No caso de mulheres que já estavam acima do peso, o aumento deve ser de 7 a 11 kg. As mulheres que estejam abaixo do peso, deverão ganhar de 13 a 18kg.

Na gestação não é um bom momento para começar uma dieta. De outro lado, é um excelente momento para começar a comer alimentos mais saudáveis, caso você não tenha esse costume. Também é um bom momento para praticar exercícios de baixo impacto de forma regular.

Controlar o peso nos últimos estágios da gravidez é mais difícil, portanto evite ganhar muito peso durante os primeiros meses. Por outro lado, se não a gestante não ganha o peso necessário, também podem surgir problemas, como crescimento inadequado do feto e parto prematuro.