Do G1 Ciência


Menino ou Menina? A partir desta quinta-feira (24), os médicos ficam proibidos de criar embriões para pesquisa e fazer a escolha do sexo do bebê nas clínicas de reprodução assistida. O veto é resultado do novo Código de Ética Médica, publicado nesta quinta-feira (24), no 'Diário Oficial da União'.

O código faz recomendações claras aos profissionais para que não se submetam ã  pressão de hospitais e clínicas para atender maior número de pacientes por jornada. Ficam explicitamente proibidos de vender medicamentos ou ganhar comissão da indústria por produtos que recomendar.

As novas regras são o resultado de dois anos de debates entre entidades e especialistas, e a análise de 2.677 sugestões encaminhadas por médicos e entidades organizadas da sociedade.

 
O documento também traz a recomendação para que em palestras e trabalhos científicos, os profissionais precisam deixar claro se são patrocinados.

O Código aborda ainda a autonomia do paciente, destacando o direito à informação sobre a própria saúde e às decisões sobre o tratamento, sempre em parceria com o médico.

Os cuidados paliativos - técnicas que visam tratar pacientes com doenças incuráveis ou em estado terminal-também são destacados pelo novo código.