Pensei que era fácil engravidar

Passamos o começo da nossa vida sexual bombardeadas de histórias de gravidez precoce, de métodos contraceptivos, e toda aquela neura de perigos de engravidar.

Só que muitas mulheres quando escolhem que é o momento certo para ser mãe, percebem que as coisas para elas não são bem assim. O tempo vai passando, passando. Mesmo mantendo relações nos dias certos, a menstruação vem do mesmo jeito. Ou até atrasa, pra gente tomar aquele resultado negativo que nos deixa tão confusas e decepcionadas.

E ai vem a questão: Mas o que estou fazendo de errado? Será que tenho problemas?

Não se apavore, muitos casos são simples! Veja se você já seguiu essas dicas para engravidar mais rápido e naturalmente:

Se você já fez tudo isso, com certeza já está há um tempo tentando, e também já tentou muito mais coisas que não estão nessa lista, talvez precise de um tratamento para engravidar.

Quando pensamos em tratamento ou clínica de fertilidade, já associamos com Inseminação artificial, fertilização in vitro e altos gastos médicos.

Mas não é necessariamente assim.

O médico irá pedir todos os exames hormonais e do aparelho reprodutor tanto da mulher quanto do homem. A partir dos resultados será feito o diagnóstico e serão analisados tratamentos disponíveis.

conseguir engravidar facil tratamento

Esses são alguns tratamentos para engravidar que não envolvem altos custos nem grandes técnicas de fertilização:

  • Prolactina Elevada
  • Problemas com ovulação
  • Endometriose
  • Idade avançada
  • Trombofilia (abortos recorrentes)
  • Hipotireoidismo
  • Aderências ou deformidades no útero ou trompas que são corrigidas por cirurgia
  • Varicocele (no homem) ou outros problemas na saúde dos espermatozóides

Mas e se o problema é mesmo infertilidade?

Pode ser que seu problema não seja nenhum dos anteriores, ou o casal tenha vários desses pequenos problemas todos reunidos, pode ser também que vocês já fizeram esses tratamentos e não houve gravidez.

Em algumas situações há o diagnóstico ISCA: Infertilidade sem causa aparente, que é quando o casal não engravida, mas todos os diagnósticos disponíveis não acusam problema nenhum.

Após algumas dessas situações, o médico provavelmente irá te encaminhar para um tratamento de fertilidade.

Já fiz exames com vários ginecologistas e não descobri o que eu tenho, devo procurar uma clínica especializada?

Existem problemas de difícil diagnóstico que são detectados com exames que os ginecologistas comuns nunca pedem, como o exame que detecta a trombofilia e a endometriose profunda que não é detectada por exame de sangue. Pode ser que você seja encaminhada para um especialista sem ter um diagnóstico definido, ou resolva por conta própria procurar um. Então, mesmo tendo que desembolsar uma grana a mais, vale a pena se consultar em uma clínica de fertilidade para descobrir o que vocês tem.

Mesmo assim, não significa que vocês precisarão fazer uma fertilização artificial, mas estarão sendo assistidos por um profissional especialista em dificuldade para engravidar que provavelmente já tratou muitos casos parecido com o seu.

Os tratamentos invasivos mais comuns são:

  • Videolaparoscopia
  • Inseminação artificial (ICSI)
  • Fertilização in Vitro

Videolaparoscopia é tratamento ou diagnóstico?

A videolaparoscopia é útil para diagnosticar aderências, má formações, endometriose e etc que não conseguem ser visualizadas com ressonância magnética ou histerossalpingografia. Ele na verdade já trás a vantagem de permitir ao médico já realizar biópsias e cirurgia corretiva.

A recuperação é de 1 a 2 semanas.

Qual a diferença entre Inseminação Artificial e Fertilização in Vitro?

Inseminação artificial é a inserção dos espermatozoides diretamente no útero da mulher durante o período fértil. Assim, a gravidez acontece naturalmente, apenas com “um empurrãozinho”.

Quando a inseminação é indicada?

  • Mulheres jovens
  • Trompas de falópio saudáveis e pérveas
  • Menos de 3 anos de tentativas de gravidez
  • Homem com espermatozoides saudáveis.

A fertilização in vitro é a fertilização do óvulo com o espermatozoide em laboratório. Para isso, a mulher toma medicamentos para indução da ovulação, e no momento certo, eles são puncionados. Os embriões em forma ainda de blastocisto são observados e os mais saudáveis são escolhidos para implantação.

Quando a fertilização é indicada?

Pode ser indicado quando a inseminação não funcionar, ou se o casal não corresponde aos requisitos anteriores.

Ainda assim, a fertilização só deve ser indicada depois de descartados os problemas anatômicos no útero ou endometriose, pois são problemas que diminuem as chances de sucesso.

Quanto custa o tratamento pra engravidar?

Cada região e cada clínica tem seu preço, e algumas oferecem planos de assistência que deixam o tratamento mais barato. Porém devido ao custo de medicamentos, dá para estimar um valor aproximado. Dados estimados em São Paulo em 2015.

  • Videolaparoscopia: Consultas + Exames + Hospital = Cerca de R$ 20.000,00.
  • Fertilização in Vitro: Consultas + Exames + Medicação + Procedimento = Cerca de R$ 20.000,00.
  • Inseminação Artificial: Consultas + Exames + Medicação + Procedimento = Cerca de R$ 7.000,00.

As chances de sucesso de uma Fertilização in vitro ou uma Inseminação Artificial costumam ser de 25 a 30%. Ou seja, pode ser que mesmo com tudo correndo bem, não se consiga na primeira. Isso não significa que o tratamento foi ruim, ou que seu corpo não funciona. Ainda não é 100% garantida a geração de uma (ou mais) vidas.

Apesar de tudo, a melhor coisa é procurar assistência para um momento tão complicado, mas que no final vale a pena ter lutado.