Em uma história incrível de persistência, somente após se submeter a nada mais do que 12 procedimentos sem sucesso é que os médicos descobriram um problema hereditário que a impedia de engravidar e manter a gestação

Depois de 12 fertilizações in vitro sem sucesso e cerca de 18 mil libras (cerca de R$ 47.400) gastos em clínicas, a britânica Anna Vidnes de 38 anos conseguiu engravidar de gêmeas. As meninas Sienna e Annika acabam de completar 2 meses de idade.

O casal Vidnes e Brad Hallan, de Manchester, começou a tentar ter um bebê em 2003. Depois de um ano, optaram pelo tratamento de fertilização. Três tentativas de utilização de embriões congelados e frescos entre 2005 e 2006 falharam, então optaram por se mudar para Noruega, país natal de Vidnes, e fizeram mais cinco procedimentos financiados pelo governo. Sem sucesso!

Entre 2008 e 2009, novamente em Manchester, quatro outras tentativas não deram certo. Até que os médicos descobriram que a mãe das gêmeas tinha um distúrbio hereditário que faz com que o sangue coagule com facilidade. Após fazer um tratamento para afinar o sangue e se submeter a uma nova fertilização, finalmente Vidnes conseguiu engravidar. Ter um bebê depois de tudo que passamos seria fantástico, mas ter dois é simplesmente brilhante. Esperamos que nossa história dê esperança para outros casais sem filhos, diz ao jornal britânico Daily Mail.

Fonte: Revista Crescer